Documentos, vagabundo!

Tatá na OMB
Tatá Aeroplano toca todo patriota na entrada da colônia de férias da Ordem dos Músicos do Brasil. Hoje ele está livre para continuar tocando sem sua a carteirinha

Como demorou… mas finalmente o óbvio foi respeitado pelo governo de São Paulo. Uma lei estadual derrubou a obrigatoriedade da carteirnha da Ordem dos Músicos do Brasil (a famigerada OMB) para qualquer músico poder se apresentar. Para saber mais sobre a OMB e a recente associação de músicos contra a Ordem clica aqui (http://www.artistasdamusica.org.br/).

Há quase 3 anos fiz uma reportagem para a revista Trip em que discuti o absurdo da lei, entrevistei músicos, visitei a colônia de férias da Ordem dos Músicos na Praia Grande com o chapa Tatá Aeroplano e estive no gabinete de Wilson Sândoli, o déspota da OMB, “eleito” por seus secretários há mais de 40 anos para chefiar a ordem nacional e estadual simultâneamente.

Hoje, o site da Trip republicou a matéria. Clica aqui.

Porém não publicaram tudo… ficou de fora o surreal (porém real! eu gravei.) teste para a obtenção da carteirinha. Abaixo, exclusivo para leitores de Fudeus, a audição que garantiu meu direito de subir em palcos para blasfemar livremente com os Abimonistas.

____________________________________________

Sons de carimbos batendo, máquinas de escrever estalando, telefones que fazem triiiim. Parecia um cartório.

– Torturra, Bruno! – chamou a secretária – Você é o próximo.

A cena era estranha. Uma sala de divisórias de fórmica, três mesas de madeira barata. Um piano, um contrabaixo, um acordeão, uma bateria. Um senhor entediado se oferece para o acompanhamento ao violão. Uma mulher bate à maquina. E Dona Eulália, uma senhora sisuda, se apressa:

– Teste para o quê?
– Vocalista. Popular.
– Tá. Canta alguma música então. – e aumentando a voz – Conhecida! Sabe Roberto Carlos? Canta alguma do Roberto Carlos.
– Mas eu só canto as minhas músicas.
– Não serve, meu filho. Aí eu teria que fazer uma carteirinha para quem inventa música.
– Mas o Roberto Carlos não inventou as músicas dele?
– Não complica. Vai querer acompanhamento?
– Melhor não. Vai a capela. Hramm, hram… Não adianta nem tentar… me esquecer… durante muito tempo em sua vida… eu vou viver… detalhes tão pequenos de nós dois – vejo todo mundo rindo e esqueço o resto da letra.
– Cantou muito pouco, canta outra.
– Hramm, hrammm… Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo eu estou aqui…
– Pára, pára. Cantou muito mal, muito mal. Canta outra.
– Mas eu não sei muitas.
– Então ensaia uma e volta outro dia. Você não é cantor, meu filho.
– Não! Preciso da carteirinha para hoje. E saiba que tenho até disco gravado (Olha o jabá: Só o Abimonismo Salva, R$ 15 no http://www.abimonistas.com.br). Ahãã, serve “Sítio do Pica-Pau Amarelo”?
– Não conheço.
A mulher à maquina ri. Eulália continua:
– Sabe “Feelings”?
– Essa eu sei! Hramm, hrammm. Feelings… nothing more than feelings… trying to forget my… feelings of love… feeeeeeelings, oh… [risos].
Dona Eulália põe a mão no rosto:
– Volta outro dia, meu filho…
– Não, espera! Beatles serve?
– Qual?
– “Yesterday”! Hrammm, hrammm… Yesterday… all my troubles seemed so far away… now It´s looking that I´m here to stay… oh, I believe, in Yesterday…
– Tá, tá… leva sua carteirinha. Mas vou escrever aqui que você precisa estudar. Vai ficar anotado lá em Brasília.
– Ah, dona Eulália…
– Tem que estudar, meu filho. Você não é cantor.
Ahá! Não é o que diz minha carteirinha. Vocalista popular: R$ 245 e um grande mico depois, é oficial: sou um músico legal.

Sandoli procura emprego
Wilson Sândoli. Há quarenta anos obrigando o músico a mostrar os documentos. Hoje, mais um triste desempregado nesse Brasil de Nossa Senhora

3 Respostas to “Documentos, vagabundo!”

  1. Eduardo Marçal Says:

    Caralho, Bruno. Tá afiadasso.
    Eu que um dia pedi a volta do Pereira agora digo: Continua escrevendo.
    Abrasssss
    Ps: “Cor de carne equecida” foi foda.

  2. Giovana Sanchez Says:

    E aí, Bruno, te achei aqui. E textos tão bons, caramba! Visitarei sempre. Sucesso pra ti. beijos

  3. César L. Miguel Says:

    Ih, cara, o site dos Abimonistas tá fora do ar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: