Jornalista tendencioso? Juuuuuuura?

Eis o Jornalista

Este blog recebia cerca de 20 transeuntes por dia – oscilando entre 16 e 24. 31 leitores foi o auge, no final de dezembro. Até o dia que cobri a manifestação Anti-Cicarelli na porta da MTV. Mais de 2000 pessoas no primeiro dia. Mais de 5000 até hoje.
Curiosamente, em muitos emails e comentários deveras agressivos e mal redigidos que recebi, ganhei certa pecha de defensor da censura, de fazer parte de um complô da mídia ou de ser um jornalista tendencioso.
Ignorei o quanto pude, mas ainda hoje me pego argumentando em pensamento com despautérios ditos neste espaço. Então, por partes:

Complô da mídia?
Derrubar partidos, sufocar passeatas, defender a Cicarelli ou, ai ai ai, levantar a opinão pública não são objetivos do jornalista. Trazer a verdade a público? Menos ainda.
A função do jornalista é a mesma do operário comum: não ser despedido, não sofrer acidentes na labuta, reclamar do salário e manufaturar algo que, antes dele meter a mão, era mais próximo de seu estado natural.
O que nos difere do operário? Em poucos casos uma melhor noção gramatical. Em quase todos a ilusão de que a fluência de seu texto é sintoma de uma caudalosa inteligência – e comunicar isso ao mundo nos expedientes das publicações. Certo, não exclusividade do jornalista tal presunção. O que nos separa também de advogados, políticos e poetas é a descrença travestida de curiosidade. A falta de fé no homem, no mundo, no futuro e também no passado. A convicção de que a realidade é tão traduzível como um cacarejo de galinha. E a vontade incontrolável de estar lá, ao vivo, sentindo o cheiro da carne queimando, as bombas caindo, o zunido das balas, no meio das mães em prantos e pensar sozinho: quanta bobagem…
Quem acha que há um complô da mídia, não sabe ler. Pois o bom leitor deve ter o mesmo adjetivo crucial do bom jornalista: o cinismo. E com cinismo, meus caros, não se faz um complô. Na melhor das hipóteses, uma calúnia.

Tendencioso, me chamam.
Sim. Mea culpa. Só me espanta que isso seja demérito para meus algozes dos comments. Não me excluo do que disse acima, e, agora mesmo, penso que era desnecessária tal explicação. Sou tendencioso desde o minuto que acordo. E, quando dá, puxo a brasa para a minha sardinha também em sonhos. Textos como os que redijo são sempre uma maneira sedutora de provar um ponto de vista com verdades selecionadas. É mentira? Não, nunca. É tudo verdade. É toda a verdade? Não, menos ainda.

Quase me esqueço: defensor da censura.
Vejamos… Imagine a ditadura militar em seu auge repressivo. Imagine um grupo de jovens em flor, livres do buço, já capazes de bigodes. Eles estão reunidos em células clandestinas. Eles se organizam sob códigos e pseudônimos. Eles querem o fim da repressão, as eleições diretas e a liberdade de imprensa. Eles decidem uma data para um protesto contra aquele que representa toda a tirania. E vão todos da cartolina em punho pedir que Sílvio Santos deixe o país até o fim da tarde. Chamar essa rapaziada de boba é uma constatação que em nada tem a ver com apoiar censura. Tolice foi das poucas que Deus distribuiu uniformemente pelas ideologias.
Apenas uma comparação bem tosca para ilustrar que sim, achei bobo demais o protesto contra a Cicarelli que gerou tanta revolta neste site. Que não, não sou a favor da censura. E que sim, seria engraçado ver o tal protesto acabando em pancadaria e eu pensando: quanta bobagem.

Para quem tentou discutir o que, enfim, era censura, prefiro me calar e deixar Frank Zappa falar no link abaixo. O sujeito, um que não me acanho em chamar de gênio, mostra o rosto e explica por A + B do que se trata a censura. É Zappa em um programa de debates da CNN, achatando um jornalista (veja você) de argumentos tão moralistas quanto os das cartolinas patriotas pedindo a cabeça de Cicarelli. Zappa no auge de seu clareza, coerência e… cinismo, para dizer que liberdade, meus caros, é o inalienável direito de falar merda e a consciência da possibilidade de pagar pelo que se faz. Seja trepar numa praia frequentada ou difundir um vídeo mal intencionado para milhões de pessoas.

Zappa no Crossfire – disponível adivinha onde? You Tube

3 Respostas to “Jornalista tendencioso? Juuuuuuura?”

  1. beta Says:

    bruno, eu caí aqui meio por acaso, também por conta de um link cicarelliano.. tava num site, entrei num blog, e encontrei o fudeus. achei o texto uma delícia, spot on, na minha humilde opinião…

    mas gostei mais ainda dos outros textos, o da sua família, do jaguar.. que também já tive o prazer de conhecer… enfim, bookmarquei! e pretendo voltar aqui com frequência

  2. Setzer Says:

    Idem post acima.

    Tava acompanhando o caso Cicarelli meio pra ver até aonde o povo ia. Quando os politicos aprontam lá no Congresso, roubam milhões e fazem a festa, ninguem reclama, todo mundo abaixa a cabeça e diz q eh normal politico roubar.

    Lulla eh releleito após altos escandalos e ninguem faz nada. Filho de Lulla ganha 5kk milhões e eh normal. Pessoal ganha mensalão e eh normal.

    Agora no escandalo da CBF, quando anularam os jogos, o povo ( plebe, diga-se de passagem ) ficou doido da vida… – Vão mexer nos pontos do Timão ou do Mengão.. isso não se faz !!!

    Agora no caso Cicarelli, o povo ( nerdzada ) ficou mais doido ainda… – To de férias e quero ver coisas no Youtube e não consigo.. ditadura ! ! !

    Acho que existe um pequeno problema de prioridade no que diz respeito as manifestações dos brasileiros.

    “O PIOR DO BRASIL É O BRASILEIRO”

    De qq modo, cai aqui por acaso, achei essa page moh legal e fico aqui de montão durante meu horário de trabalho. ^^

  3. tina oiticica Says:

    Tenho esta entrevista do Zappa disponibilizada no Google Video, cuja imagem é melhor. Outro dia estava ouvindo de novo.

    Puxa, meus parabéns pelos PV de seus blog. Já estive aqui antes, no post sobre os Mutantes É Paulo.

    O mais incrível foi como Zappa vaticinou a criação do estado-igreja e não deu outra com L’Idiot e suas birutices crentes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: